Pets e tecnologia: o que o mercado pet ganha com o avanço tecnológico?

À medida que a tecnologia avança, surgem oportunidades para criar produtos e serviços inovadores que trazem maior utilidade e agilidade à sociedade. 

Da mesma forma, o acesso a conteúdos e informações está cada vez mais rápido.

Segundo pesquisas, o mercado de tecnologia está em constante crescimento. Em consequência disso, é indispensável à população, se manter atual em relação às tecnologias emergentes.

A Internet é uma das maneiras pelas quais as pessoas desfrutam dos benefícios do progresso tecnológico. 

Assim sendo, é através da rede mundial de computadores, por exemplo, que aparelhos antes sem vida, começaram a ouvir e falar.  

A tecnologia também trouxe um aumento no desenvolvimento de novos dispositivos como os smartphones. 

Portanto,  globalizando e mobilizando o acesso à internet e abrindo espaço para o surgimento de aplicativos digitais para diversos serviços. 

Atualmente existem aplicativos para tudo, desde compras, controle de fluxo de dinheiro, comunicação , por que não um aplicativo para animais de estimação?filhote fofo Fonte: Pixabay

O mercado pet em plena ascenção

Enquanto isso, uma pesquisa da Associação Brasileira de Animais de Estimação mostra que existem mais de 139 milhões de animais de estimação nos lares brasileiros, ou seja, mais do que crianças. 

Paralelo a isso, o mercado de animais de estimação do Brasil encerrou 2020 com uma receita de R$ 40,8 bilhões, assim mantendo a posição do país entre os principais mercados deste segmento no mundo.

Também, segundo a revista Forbes , os americanos gastaram em dólares em 2018 US$ 72 bilhões com seus animais de estimação, sendo que, o segmento que continua a crescer mesmo com a flutuação de outros segmentos de mercado. 

Ou seja,  o bem-estar e a saúde dos animais domésticos é uma das prioridade para os americanos.

Aliás, a pandemia de Covid-19 acelerou um movimento de valorização dos animais de estimação, pois, eles ajudam a dar apoio emocional dos donos. 

Ademais, considerado um serviço essencial, o setor pet tem investido no omnichannel, que é a diversidade de canais de comunicação com os clientes; e na digitalização de seus serviços.

Já pensou como é observar como o animal se comporta quando está longe de você? E mais, você pode conversar com ele para que ele não se sinta sozinho. 

Isso já é possível hoje em dia, apenas com uma câmera, um auto-falante, uma conexão com internet e, claro, um smartphone.

Dispositivos tecnológicos para o seu pet

Existem outros dispositivos tecnológicos para animais de estimação como: bastão de selfie, comedouro inteligente, smartwatch, porta automática entre outros.

Bastão de selfie: alguns pets ficam extremamente agitados com fotos, não podem ver uma câmera apontada para a sua carinha que já dão um jeito de se esconder. 

Para isso, o bastão de selfie é acoplado na coleira do animal, você pode colocar uma GoPro e aproveitar para fazer vários cliques da carinha do seu pet enquanto passeia, brinca ou apenas relaxando.

Comedouro inteligente: esta é a solução perfeita para você que tem animais diferentes em casa que consomem quantidades e rações diferentes. 

Também, existem comedouros inteligentes que só liberam o alimento após um reconhecimento facial.

Smartwatch: sabe o seu relógio que controla seu sono, queima de caloria e batimento cardíaco? 

Então, há no mercado, uma espécie de smartwatch para cachorros que pode ser acoplado na coleira. Os tutores podem acessar as atividades do animal e monitorar sua saúde através de um aplicativo no celular.

Porta Automática: que tal deixar seu pet livre para ir e vir da casa para o quintal, mas com horários programados? 

A Go Smart Door é uma abertura inteligente na porta da residência, que permite que os tutores controlem a entrada e saída dos pets através do celular.

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.